Mais Visões

Livro "Robinson Crusoe", Daniel Defoe - Edição de luxo exclusiva TAG

Por: R$46,90
R$39,87
ok + -
Eu Quero
Simulador de frete
descrição do produto

Um super clássico da literatura mundial em uma parceria TAG e UBU Editora, uma edição de luxo com textos de grandes filósofos e escritores como Rousseau, Marx e escritores como Virginia Woolf, James Joyce e Coetzee, além de ilustrações de artistas contemporâneos.

Nova edição enfoca o caráter de clássico universal e alegoria do homem só numa ilha deserta. Robinson Crusoe é um inglês da cidade de York no século XVII. Contrariando o desejo da família de que ele estudasse Direito, o rapaz decide dedicar sua vida a navegar em busca de aventuras. Uma série de eventos o levam ao Brasil, onde ele passa a coordenar o esquema de plantation de uma fazenda. Interessado no lucro proveniente do comércio de escravos, ele embarca em uma expedição de coleta até o sul da África, mas o navio naufraga próximo a Trindade e Tobago. Crusoe se descobre o único sobrevivente do acidente, em uma ilha deserta, que ele apelida de Ilha do Desespero. O náufrago se adapta à sua situação, construindo uma casa no topo de uma árvore, caçando animais, criando um rebanho de cabras e plantando arroz e trigo. Determinado a deixar a ilha, ele também se empenha na construção de canoas, sem sucesso. Certo dia, ele encontra uma tribo de canibais e ajuda um de seus prisioneiros a escapar, um indígena que apelida de Sexta-Feira e a quem passa a escravizar. Alguns anos mais tarde, piratas desembarcam na ilha, o que dá início a um grande conflito. A ficção foi tomada como primeira imagem da noção de individualismo moderno.

O projeto gráfico, assinado pela diretora de arte da Ubu Elaine Ramos, faz com que as páginas do livro, a princípio cinzas, se tornem progressivamente mais brancas, acompanhando a passagem do tempo até o desfecho da trama.

Ilustrações de Nicolás Robbio

Nicolás Robbio nasceu em Mar del Plata, Argentina, em 1975, e mora em São Paulo capital. Seu trabalho é representado pela Galeria Vermelho no Brasil e ele já participou de exposições em diversas cidades do mundo.

CLIQUE AQUI e assista ao vídeo que mostra cada detalhe desta incrível edição do livro 

O que falam da obra

"Assim como Odisseu embarcado para Ítaca e Quixote montado em Rocinante, Robinson Crusoe, com seu papagaio e seu guarda-sol, figura na consciência coletiva do Ocidente e transcende o livro que, em suas inúmeras edições, traduções, imitações e adaptações (as 'robinsonadas'), celebra suas aventuras. Se já fingiu pertencer à história, agora Crusoe se vê na esfera do mito."
— J. M. Coetzee

"[Robinson Crusoe] é uma obra-prima... Defoe produz efeitos que só estão ao alcance dos grandes mestres da prosa descritiva. Basta ele dizer uma palavra ou duas sobre a 'bruma da manhã' para pintar vividamente a ventania da aurora."
— Virginia Woolf

"O primeiro autor inglês a escrever sem imitar ou adaptar obras estrangeiras, a criar sem modelos literários... e a conceber para si mesmo uma forma artística talvez sem precedentes... é Daniel Defoe, o pai do romance inglês... Por baixo da exterioridade rude dos seus personagens, o leitor encontrará... um instinto e uma profecia, [de que sua] obra-prima, Robinson Crusoe, é a expressão artística perfeita."
 — James Joyce 

"Como os livros são, afinal, indispensáveis, existe um que, para o meu gosto, oferece o mais feliz tratado de educação natural. É o primeiro que meu Emílio deveria ler; por um longo tempo, seria o único de sua biblioteca, e nela teria lugar de permanente destaque. Nossas arengas sobre ciências naturais não passam de um comentário a esse texto. Ele é um teste para o juízo, à medida que progride; e, contanto que nosso gosto não se deteriore, sua leitura será sempre agradável. Mas que livro maravilhoso é esse? Aristóteles? Plínio? Buffon? Nada disso: é Robinson Crusoe."
 — Jean-Jacques Rousseau

Robinson Crusoé no Brasil,
por Sandra Guardini Vasconcelos
"No início dos 28 anos da vida de náufrago de Crusoe na ilha caribenha, em seu laborioso caminho para a autonomia individual e econômica, encontra-se uma história de tráfico e exploração humana, trabalho forçado e violência que sustentou o crescimento econômico e a expansão colonial na segunda metade do século XVII.

O que se poderia considerar como referências passageiras à escravidão em uma narrativa que se centra na vida de Crusoe na ilha ganha novo significado quando lido à luz das ideias de Daniel Defoe sobre o sistema colonial e a necessidade do tráfico de escravos.

Ao enfatizar a necessidade econômica de manter os 'negros' em sujeição, Defoe estabeleceu uma clivagem nítida entre comércio e moralidade, segundo a qual a religião nunca deveria ser um obstáculo aos negócios.

A sede de Crusoe por progresso pessoal e social, sua confiança no comércio, sua despreocupação com a mercantilização dos corpos africanos o trazem ao Atlântico Sul, uma encruzilhada de três continentes entrelaçados em um dos capítulos mais deploráveis da história de um período de enorme mudança global."

detalhes do produto

TIPO: Capa dura

IDIOMA: Português

ISBN: 9786586497601

FORMATO:  13 × 21 cm

PÁGINAS: 432

PESO: 600 g

IMAGENS: 20

Avaliações de Clientes
Fechar
Resumo
Avaliações

Este produto ainda não foi avaliado.

Seja o primeiro!

Faça sua avaliação
Você está avaliando: Livro "Robinson Crusoe", Daniel Defoe - Edição de luxo exclusiva TAG